Aeroporto Internacional de BH lança Relatório de Gestão

Documento traz os projetos colocados em prática, os resultados financeiros e mostra como o aeroporto se tornou o melhor do país

Viaja Brasil Consórcios

Ao longo de 2021, muitos ainda foram os desafios impostos pela Covid-19 aos mais diversos setores da economia. No Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, essa crise de saúde pública mundial trouxe oportunidades de evolução. Projetos foram colocados em prática, custos foram revisados e novas rotas foram traçadas para que os resultados fossem alcançados. O terminal se fortaleceu como hub de conexões e obteve conquistas que, agora, podem ser conferidas no Relatório de Gestão 2021, que acaba de ser lançado pela BH Airport, concessionária que administra o aeroporto.

A aviação comercial brasileira viveu momentos de incerteza no ano passado, mas com o avanço do plano nacional de vacinação contra a Covid-19, o aeroporto fechou o ano com a movimentação de cerca de 7 milhões de passageiros, sendo que em 2020, esse número havia chegado a 4,8 milhões. “A pandemia trouxe muitos obstáculos, mas também nos fortaleceu. Com resiliência e foco nos resultados, soubemos encontrar as oportunidades de avançar”, ressalta o CEO Kleber Meira.

O compromisso com a melhor experiência em aeroportos do Brasil se manteve como ambição da BH Airport durante todo o ano, o que refletiu em reconhecimentos pela pontualidade dos voos, pela segurança e infraestrutura aeroportuária, por boas práticas no Terminal de Cargas e por tornar realidade projetos socioambientais. Na avaliação de Kleber, o ESG é um pilar estratégico da organização que ganha relevância ano após anos. “Ampliar o olhar para as questões ambientais, sociais e de governança é um caminho sem volta”, frisa.

Com um quadro de pouco mais de 300 colaboradores diretos, a concessionária promove um ambiente de constante aprendizado. Em 2021, foram investidos R$ 224 mil em treinamentos que resultaram em mais de 12 mil horas de qualificação. “As pessoas são essenciais para o sucesso de um negócio e precisam receber investimento constante. A nossa gestão foca no capital humano e em oferecer um ambiente organizacional seguro e agradável para se trabalhar”, ressalta Kleber.

Mais que um local de chegadas e partidas, o aeroporto é um lugar de experiências. O CEO da BH Airport destaca ainda o empenho em oferecer a melhor prestação de serviços aos clientes. De olho nisso, foi iniciada a reforma do Terminal de Passageiros 1, um novo passo para transformação do aeroporto, que passará a ter uma infraestrutura mais moderna, com mais conforto e comodidade aos passageiros e visitantes.

Quando o assunto é carga, em 2021, o aeroporto também se fortaleceu como Hub Logístico Multimodal, reconhecido em âmbito nacional e internacional, e com ampla capacidade para atender as necessidades dos clientes por céu, terra e mar. Além dos serviços e produtos, as empresas ainda podem contar com o único Aeroporto Industrial do Brasil.


Leia também: Aeroporto de BH se prepara para atender demanda das férias de julho

Deixe uma resposta