Cuba reforça protocolos para viajantes e proíbe entrada de não-vacinados

A Cuba anunciou que estará reforçando seus protocolos de segurança para todos os viajantes, se restringindo apenas a turistas vacinados

Cuba
Foto: Polina Kuzovkova/Unsplash

Cuba foi mais um destino a atualizar suas diretrizes para viajantes, tornando obrigatório apresentar comprovação de esquema vacinal completo, além de um teste RT-PCR negativo realizado até 72h antes da chegada para os turistas de 13 anos ou mais. Crianças de 12 anos ou menos e aqueles que não podem ser vacinados por razões médicas justificadas estão isentos do requerimento de vacinação e das regras de teste.

Além disso, todos os visitantes devem possuir um seguro-viagem com cobertura de covid-19 ao longo de sua estadia em Cuba. Caso um viajante chegue no país sem seguro, poderá comprar uma apólice em aeroportos cubanos por US$ 30 (cerca de R$ 167,91), com cobertura de 21 dias.

Por fim, os viajantes deverão preencher uma solicitação chamada D’Viajeros três dias antes do embarque, providenciando informações para facilitar os procedimentos em diversos pontos de entrada, incluindo imigração, alfândega e o Ministério da Saúde local.

Aqueles que preencherem o relatório receberão um código QR que deverá ser apresentado aos funcionários. Vale reiterar que é obrigatório o uso de máscara durante todo o tempo em locais públicos. Todas as informações podem ser consultadas no portal da Embaixada de Cuba.

Deixe uma resposta